Negócios e ParticipaçõesEnergia E&C

Apontada oito vezes como a maior construtora internacional de hidrelétricas pela revista ENR, a Odebrecht soma mais de 58.500 MW em obras de construção e serviços no setor de energia no Brasil e no exterior.

Seu porfólio acumula a construção de 72 usinas hidrelétricas, 12 usinas térmicas, 2 usinas nucleares, barragens para diversos fins, além da implantação de cerca de 6.3 mil Km de linhas de transmissão.

Atualmente, os principais empreendimentos do setor de energia em construção no Brasil pela Odebrecht são a Usina Hidrelétrica Santo Antônio, em Rondônia, com 3.150MW, a Usina Hidrelétrica Teles Pires, na divisa dos estados do Mato Grosso e Pará, com 1.820MW, e a Usina Hidrelétrica Belo Monte, no Pará, com 11.233MW.

A empresa possui inventário das emissões de gases do efeito estufa em todas as suas construções, tornando possível traçar estratégias que reduzam os impactos ambientais.

Uma das maiores obras em andamento no Brasil, a Usina Hidrelétrica Santo Antônio é uma experiência única no mundo e exemplo de construção sustentável. A usina é a primeira a utilizar a tecnologia “fio d’água” na Bacia Amazônica e possui as maiores turbinas do tipo Bulbo do mundo, movidas pela vazão natural do rio Madeira. A utilização destas tecnologias não exige a construção de um grande reservatório, reduzindo os impactos ambientais. A construção da UHE Santo Antônio possui previsão de conclusão em 2016 e gerou 18 mil oportunidades de trabalho diretos, no pico da obra.

A Usina Hidrelétrica Teles Pires, em construção no rio Teles Pires, possui energia suficiente para abastecer 2,7 milhões de famílias. O empreendimento possui o investimento total de R$4 bilhões e previsão de conclusão em 2015.

No pico de suas obras, a UHE Teles Pires irá gerar cerca de 6 mil oportunidades de trabalho diretos.

A Usina Hidrelétrica Belo Monte, localizada no rio Xingu, é a maior obra em construção do mundo. Iniciada em 2011, o pico de sua implantação irá gerar aproximadamente 30 mil oportunidades de trabalho diretos. A usina hidrelétrica possui investimento total de R$ 28,5 bilhões e previsão de conclusão em 2019.