Negócios e ParticipaçõesÓleo e Gás

A cadeia de óleo e gás acelerou seu desenvolvimento ao longo dos últimos anos, ganhando peso na economia brasileira. A Organização acompanhou de perto esse avanço por meio de empresas hoje concentradas na Odebrecht Óleo e Gás S.A., a OOG.

Em outubro de 2010, a OOG anunciou sua capitalização com o ingresso do acionista Temasek Holdings, empresa de investimentos com portfólio de US$ 133 bilhões e sede em Cingapura. A Temasek investiu US$ 400 milhões na OOG.

Já em 2011, um dos principais gestores de recursos no mercado financeiro brasileiro, a Gávea Investimentos, passa a integrar com 5% o capital total da OOG. A Gávea Investimentos é gestora de um patrimônio privado de mais de US$ 7,2 bilhões.

A OOG tem como negócio a prestação de serviços para a indústria de óleo e gás, provendo soluções integradas desde a concepção de engenharia e gerenciamento de projetos até a operação de unidades de perfuração, produção e apoio.

O escopo de atuação da OOG comporta:

  • Serviços Integrados: compreendendo manutenção e logística de plataformas offshore, operação de FPSOs e Subsea;
  • Perfuração Offshore: envolvendo o afretamento e a operação dessas unidades.

A parceria estabelecida com a Petrobras desde a década de 1950 conferiu à Odebrecht experiência diferenciada no segmento de Óleo e Gás.

Essa trajetória proporcionou à Organização a marca de pioneira no setor. Em 1979, surgia a Odebrecht Perfurações Ltda., a OPL, primeira empresa privada brasileira de prestação de serviços a perfurar poços offshore para a Petrobras. Foi, também, a primeira a operar uma plataforma semissubmersível em lâmina d’água de 1 mil metros.

Atuação internacional

Desde 1997, a OOG opera, em parceria com a Maersk FPSOs, a plataforma de produção de petróleo tipo FPSO North Sea Producer, responsável pela exploração do campo de MacCulloch, na parte britânica do Mar do Norte, para a ConocoPhillips. A previsão inicial era produzir 26 milhões de barris. Atualmente, o volume total de óleo produzido alcança a marca de 110 milhões de barris.

A empresa também oferece serviços de afretamento e operação de sondas de perfuração offshore para águas profundas. Ainda em 2011, a plataforma submersível Norbe VI entrará em operação no Brasil, seguida das sondas de perfuração Norbe VIII e Norbe IX.

Dois novos navios sonda estão em fase final de construção na Coréia do Sul, ODN I e ODN II. Estas unidades serão capazes de perfurar em lâmina d’água de até 3 mil metros. Suas operações terão início em 2012.

A frota da OOG é construída com tecnologia de última geração. Todas as unidades são tripuladas priorizando as equipes com larga experiência em águas profundas e a formação de mão de obra brasileira para atuar no mercado nacional e internacional.

Afinal, a empresa tem como foco a criação de valor para Clientes e Acionistas, a excelência empresarial e a sustentabilidade. A OOG está comprometida com a eficiência, a produtividade, a proteção do meio ambiente e a segurança e saúde dos Integrantes e parceiros.

Site Óleo e Gás

Leia mais sobre a empresa no site da Odebrecht Óleo e Gás.

  • Visite