Negócios e ParticipaçõesTransPort

Com o objetivo de potencializar, de modo diferenciado, o crescimento do segmento de Transporte e Logística no Brasil, em março de 2010, a Organização Odebrecht lançou a Odebrecht TransPort.

Em outubro de 2010, o Fundo de Investimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS) tornou-se acionista da Odebrecht Transport Participações S.A. (OTPP), com 30% de participação indireta no capital social da companhia.

Os recursos aportados pelo FI-FGTS beneficiam as regiões já atendidas pela Odebrecht Transport, além de beneficiar diretamente o trabalhador ao gerar novos postos de trabalho e aumentar a arrecadação do FGTS.

A empresa atua nos setores rodoviário, de transporte urbano, de infraestrutura de logística (portuária e dutos) e aeroportuário.

Atualmente, investe nos seguintes projetos:

  • Concessionária Rota das Bandeiras: concessão de 30 anos iniciada em 2009, abrange o Corredor Dom Pedro I, no estado de São Paulo, cobrindo 17 municípios.
     
  • Concessionária Bahia Norte: o contrato assinado em 2010 terá vigência de 25 anos. A Bahia Norte, com início de operação previsto para o primeiro semestre de 2011, é um sistema formado por rodovias da região metropolitana de Salvador.
     
  • Concessionária Rota dos Coqueiros: concessão assinada em 2005 e início da operação em 2010. A Rota permite acesso ao litoral Sul de Pernambuco e à Reserva do Paiva. São 6,2 km de via litorânea, com ciclovia em toda extensão e quatro faixas de rodagem ligando Barra de Jangada (Jaboatão) à Praia do Paiva (Cabo de Santo Agostinho).
     
  • Concessionária Litoral Norte / CLN: concessão de 35 anos, iniciada em 2000, da Rodovia BA-099. Compreende a Estrada do Coco e a Linha Verde, ligando a cidade de Lauro de Freitas à divisa do estado de Sergipe.
     
  • Embraport: considerado o maior terminal portuário privado multiuso do país, localizado em Santos (SP), teve as obras iniciadas em 2010. Até 2017 vai movimentar 2 milhões de TEUs e terá capacidade para 2 milhões de metros cúbicos de álcool.
     
  • Logum (Sistema Integrado de Logísitica): constituída pela Odebrecht TransPort e mais cinco empresas acionistas, a Logum está à frente do sistema que irá transportar e armazenar combustíveis claros, com ênfase em etanol. Vai integrar dutos e hidrovia aos modais rodoviário, ferroviário e marítimo (exportação e cabotagem). O sistema cobrirá os Estados de Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. A capacidade de transporte será de 21 bilhões de litros/ano.
     
  • SuperVia: malha ferroviária de 270 km que cobre a Região Metropolitana do Rio de Janeiro atendendo a 12 municípios. A vigência da concessão inicial de 25 anos (1998 a 2023) foi renovada para mais 25 anos (até 2048). A SuperVia hoje transporta diariamente mais de 500 mil pessoas, com previsão de chegar a 1 milhão de passageiros em 2015.
     
  • ViaQuatro: concessão com vigência de 32 anos, assinada em 2006; início da operação parcial em 2010 e total em 2011. Prevê a operação e manutenção da Linha 4 – Amarela do Metrô de São Paulo.

 

 

Site Odebrecht TransPort

Leia mais sobre a empresa no site da Odebrecht TransPort.

  • Visite
Site Rota dos Coqueiros

Leia mais sobre a empresa no site Rota dos Coqueiros.

  • Visite
Site Bahia Norte

Leia mais sobre a empresa no site Bahia Norte.

  • Visite
Site ViaQuatro

Leia mais sobre a empresa no site da ViaQuatro.

  • Visite
Site SuperVia

Leia mais sobre a empresa no site da SuperVia.

  • Visite
Site CLN

Leia mais sobre a empresa no site Concessionária Litoral Norte.

  • Visite
Site Rota das Bandeiras

Leia mais sobre a empresa no site Rota das Bandeiras.

  • Visite
Site Embraport

Leia mais sobre a empresa no site da Embraport.

  • Visite